Translate

quarta-feira, 22 de junho de 2016

Galáxia de Andrômeda


Galáxia de Andrômeda, também conhecida como M31 ou NGC 224, é uma galáxia que se situa a cerca de 2,5 milhões de anos-luz de nós. Este é o objeto celeste mais distante de nós. A galáxia de Andrômeda situa-se na constelação que lhe dá o nome, a constelação de  Andrômeda. Vamos ver as principais características deste interessante objeto celeste.
A galáxia de Andrômeda é a galáxia espiral mais próxima da Via Láctea, ainda que existam galáxias de outros tipos que estão mais próximas. Esta é a maior do chamado Grupo Local, um grupo de mais de 35 galáxias, sendo uma delas a nossa própria Via Láctea. A Via Láctea é a segunda maior do Grupo Local. porém, não é a mais massiva e pesquisas recentes sugerem que a Via Láctea contém mais matéria escura e pode ser a mais massiva do grupo. A Galáxia de Andrômeda tem cerca de um trilhão de estrelas, mais que o dobro de estrelas estimados para a Via Láctea (cerca de 200-400 bilhões de estrelas).
A massa da galáxia é de aproximadamente 710.000.000.000 massas solares, comparando-se em massa com a Via Láctea.
Com uma magnitude aparente de 3.4, a Galáxia de Andrômeda é um dos objetos mais brilhantes do Catálogo Messier, fazendo-se visível a olho nu em noites sem lua até em céus moderadamente com poluição luminosa. Embora pareça seis vezes maior que a Lua quando fotografada de um grande telescópio, somente a área central da galáxia é visível a olho nu ou quando observada de um binóculo ou telescópio pequeno.

Estima-se que  Andrômeda tenha mais de 220 mil anos-luz de diâmetro. À sua volta orbitam várias galáxias satélites, nomeadamente a M32 e M110, ambas visíveis com o auxílio de um pequeno telescópio amador.
Devido à atração gravitacional, esta galáxia de vai colidir com a Via Láctea dentro de cerca de 4 mil milhões de anos. Posteriormente, passados cerca de 2 mil milhões de anos, estas irão fundir-se numa só
Apesar da colisão, as estrelas de cada galáxia não irão colidir, dado que estas estão geralmente muito afastadas umas das outras. No entanto, as estrelas serão lançadas em órbitas diferentes ao redor no novo centro galáctico.
Para complicar um pouco, a galáxia do Triângulo (conhecida também por M33), irá também juntar-se nesta colisão, podendo mesmo talvez fundir-se com a nova galáxia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A vida na Estação Espacial Internacional, completou 20 anos nesta terça !

Ela funciona como moradia e laboratório para astronautas do mundo todo e é vista como um dos emblemas mais proeminentes de cooperação inte...